Comunicações em ST

6 de junho de 2018 – Das 15h às 17h30

SESSÃO 1 – ST2: “A MULTIMODALIDADE EM DIÁLOGOS” – SALA DE VÍDEO 2

1. O RECURSO DA MODALIZAÇÃO VERBO-GESTUAL EM ENTREVISTAS DO RODA VIVA
Ivanilson José da Silva (PPGL-UFPE/FACEPE)

2. MULTIMODALIDADE E ENSINO: A COERÊNCIA INTERSEMIÓTICA NA PRODUÇÃO TEXTUAL DE ALUNOS DE UMA ESCOLA ESTADUAL DE PERNAMBUCO
Erika Maria Santos de Araujo (UFAL)

3. CONFIGURAÇÃO GENOLÓGICA: UMA ABORDAGEM DO TEXTO/DISCURSO LITERÁRIO
Hugo Lenes Menezes (IFPI)

4. UM ESTUDO DA MULTIMODALIDADE EM CARTAS LITERÁRIAS
Maria Margarete Fernandes De Sousa (UFC/GETEME)

SESSÃO 2 – ST4: “DESAFIOS E POSSIBILIDADES NAS PRÁTICAS ESCOLARES COM O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA” – SALA 317

1. A LINGUAGEM NÃO VERBAL EM GÊNEROS DA ESFERA PUBLICITÁRIA: UMA PROPOSTA DE LEITURA MULTIMODAL
Talita Ferreira da Silva de Brito Arruda (UECE) e Suelene Silva Oliveira (UECE)

2. A ESTILÍSTICA DO GÊNERO DISCURSIVO NO ENSINO DE LÍNGUA MATERNA
Eliane Pereira dos Santos (UFMA) e Valdulce R. Cruz Sousa (Anhanguera)

3. O GÊNERO TEXTUAL MIDIÁTICO: DESAFIOS E CONTRIBUIÇÕES NA PRÁTICA DE LEITURA
Maria Goreth de Sousa Varão (UFPI)

4. MACUNAÍMA, DE ROMANCE A HQ: UMA PRÁTICA DE RETEXTUALIZAÇÃO COM UMA TURMA DE ENSINO MÉDIO DO IFPI CAMPUS PARNAÍBA
Fabiana Gomes Amado (IFPI) e Hannah Isabel Sousa Aragão Silva (IFPI)

SESSÃO 3 – ST3: “AÇÕES INSTRUCIONAIS-COLABORATIVAS EM SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SOBRE LEITURA E ESCRITA” – SALA DE VÍDEO 1

1. A MOTIVAÇÃO COMO PROVOCAÇÃO PARA A LEITURA LITERÁRIA
Amanda Tamires Morais Gonçalves (UECE)

2. SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE LEITURAS PARA CONSTRUÇÃO DE SENTIDO TEXTUAL: RELATO DE EXPERIÊNCIA COM ALUNOS SURDOS DA UFPI
Maria da Luz Oliveira Dias (UFPI)

3. DESENVOLVENDO A ESCRITA NA SALA DE AULA: LEITURA E RETEXTUALIZAÇÃO COMO ESTRATÉGIAS ARGUMENTATIVAS
Yasmin Thuanny Damasceno de Oliveira (UFPI)

4. REFLEXÕES SOBRE A ELABORAÇÃO DE PERGUNTAS DE ATIVIDADES DE COMPREENSÃO LEITORA EM LIVRO DIDÁTICO
Lara Luiza de Oliveira Santos (UFPI) e Raíssa Martins Brito (UFPI)

5. O PAPEL DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA NA FORMAÇÃO DE LEITORES LITERARIOS: UM ESTUDO NA BIBLIOTECA “PROF. SEVERINO FRANCISCO ” DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS (UFT)
Nilo Marinho Pereira Junior (UFT)

6. COESÃO TEXTUAL: MECANISMOS DE COESÃO REFERENCIAL EM TEXTOS DE ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL
Marcus Antonio de Sousa Filho (UFPI) e Maria Angélica Freire de Carvalho (UFPI)

SESSÃO 4 – ST10: “PRÁTICAS DE ENSINO DE LEITURA E ESCRITA: NARRATIVAS DA EXPERIÊNCIA DOCENTE EM SALA DE AULA” – SALA 340B

1. ENTRE CITAÇÃO, AUTORIA E PLÁGIO NA ESCRITA CIENTÍFICA DE ESTUDANTES DE PÓS-GRADUAÇÃO
José Cezinaldo Rocha Bessa (UERN)

2. O PROCESSO DE LEITURA E ESCRITA DE CRÔNICAS EM SALA DE AULA: UMA EXPERIÊNCIA REFLEXIVA
Lafity dos Santos Alves (IDB/CATAPHORA) e Raimunda da Conceição Silva (IDB/ UFPI)

3. O FANZINE NA SALA DE AULA: UMA PROPOSTA DE LETRAMENTO E DE MARCAS AUTORAIS NA PRODUÇÃO ESCRITA DE ALUNOS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
Amanda Almeida Alencar de Souza (UECE)

4. AS ESTRATÉGIAS DE LEITURA UTILIZADAS POR CRIANÇAS DE 8 E 9 ANOS, NA LEITURA DE HQ’S DA TURMA DA MÔNICA: PERCEPÇÕES QUE DIRECIONAM O ELABORAR DO PROFESSOR.
Thâmara Talyta Alves de Andrade Uchôa (UFPI)

5. UM CARROSSEL DE LEITURA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA
Marcos Suel dos Santos (Universidade Cândido Mendes)

SESSÃO 5 – ST11: “A ANÁLISE DO DISCURSO E O ESTUDO DOS GÊNEROS” – SALA 316

1. O ORALISMO E SUA ATUALIZAÇÃO NO DISCURSO SOBRE O IMPLANTE COCLEAR
Clevisvaldo Pinheiro Lima (UFPI)

2. O PROCESSO DE REELABORAÇÃO DA WEBNOTÍCIA DO G1 E AS FUNÇÕES DISCURSIVAS DO INFOGRÁFICO
Francisco Marques Sampaio (UFC)

3. SENTIDOS DE “SUPERAÇÃO” NO DISCURSO SOBRE A INCLUSÃO EDUCACIONAL DE SURDOS NO ESTADO DO PIAUÍ: UMA ANÁLISE DISCURSIVA EM NOTÍCIAS DO JORNAL MEIO NORTE
Valdeny Costa de Aragão Campelo (UFPI)

4. DA VIOLÊNCIA DO DISCURSO AO DISCURSO DA VIOLÊNCIA: CONSTRUÇÕES MIDIÁTICAS ACERCA DA VIOLÊNCIA URBANA
Cássio Eduardo Soares Miranda (UFPI)

5. FOLHA DE S. PAULO: DA PRODUÇÃO DE SENTIDOS ACERCA DA DIVERSIDADE E DA DEFICIÊNCIA NAS ESCOLAS REGULARES NACIONAIS
Maraisa Lopes (UFPI)

7 de junho de 2018 – Das 8h às 10h30

SESSÃO 6 – ST1: “A ESCOLA EM TEMPOS DIGITAIS: (MULTI)LETRAMENTOS, TECNOLOGIAS, GÊNEROS TEXTUAIS E ENSINO DE LÍNGUAS” – SALA DE VÍDEO 1

1. A LEITURA DE MEMES EM TECNOLOGIAS DIGITAIS
Idjane Mendes de Freitas Macêdo (UNICAP)

2. DIFERENTES TICS NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM DE INGLÊS PARA ALUNOS SURDOS: UM OLHAR SOBRE A PRÁTICA PEDAGÓGICA
Alexandra Aparecida de Oliveira (IFSudestemg – Campus São João del-Rei)

3. LETRAMENTOS EMERGENTES NO CONTEXTO DA CIBERCULTURA: O QUE DIZEM OS LIVROS DIDÁTICOS SOBRE OS GÊNEROS MULTISSEMIÓTICOS
Manuel Álvaro Soares dos Santos (UFAL)

4. MODELO DIDÁTICO DO GÊNERO DIGITAL HISTÓRIAS EM QUADRINHOS
Luana Fossatti Testa (UTFPR)

5. LÍNGUA PORTUGUESA PARA SURDOS: POTENCIALIDADES DE ENSINO COM TECNOLOGIAS DIGITAIS
Vicente de Lima-Neto (UFERSA)

SESSÃO 7– ST4: “DESAFIOS E POSSIBILIDADES NAS PRÁTICAS ESCOLARES COM O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA” – SALA 323J

1. OS PERFIS HUMORÍSTICOS DE INTAGRAM COMO POSSIBILIDADE PEDAGÓGICA PARA O ENSINO DE LÍNGUA MATERNA
Osilene Xavier do Nascimento (UESPI) e Antonio Artur Silva Cantuário (UESPI)

2. REFLEXÕES SOBRE PRÁTICAS ESCOLARES E LEITURA NA ESCOLA: O TEXTO MOTIVADOR REALMENTE MOTIVA?
Júlia Maria Muniz Andrade (UFPI) e Alceane Bezerra Feitosa (UFPI)

3. AS PRÁTICAS DE ORALIDADE NA ESCOLA: DISCUTINDO O GÊNERO SEMINÁRIO
Evaldo Ribeiro de Andrade (UESPI)

4. A ORALIDADE NAS AULAS DE LÍNGUA PORTUGUESA: UMA ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS
Elaine Cristina Forte-Ferreira (UFERSA) e Leiliane Aquino Noronha (UFERSA)

5. ORALIDADE EM FOCO: UM TRABALHO COM OS GÊNEROS TEXTUAIS SEMINÁRIO E LETRA DE MÚSICA NAS AULAS DE PORTUGUÊS
Vânia Maria Oliveira de Araújo (UECE)

SESSÃO 8 – ST8: “GÊNEROS TEXTUAIS, REFERENCIAÇÃO E INTERTEXTUALIDADE” – SALA DE VÍDEO 2

1. A RECATEGORIZAÇÃO METAFÓRICA E A PERSPECTIVA MULTIMODAL COMO EXERCÍCIO DE ANÁLISE NOS RÓTULOS DA SALON LINE
Domingos Vieira dos Santos Junior (UEMA/CESC)

2. A RECATEGORIZAÇÃO SEM MENÇÃO DE EXPRESSÃO REFERENCIAL: UMA ESTRATÉGIA ARGUMENTATIVA
Jeydson Jonys Barros Batista (UESPI)

3. ASPECTOS DA ARGUMENTAÇÃO E DA RECATEGORIZAÇÃO METAFÓRICA NO GÊNERO SERMÃO ORAL
Max Silva da Rocha (UNEAL)

4. ARGUMENTAÇÃO E REFERENCIAÇÃO: UMA ANÁLISE DO GÊNERO SPOT
Maria Francisca Oliveira Santos (UNEAL)

5. A REFERENCIAÇÃO E O DESTINO DO RÉU DE UM HOMICÍDIO DOLOSO
Deborah Andrade Leal (UFAL)

SESSÃO 9 – ST5: “GÊNEROS ACADÊMICOS: CARACTERÍSTICAS E FUNCIONAMENTO EM PRÁTICAS SOCIOCOMUNICATIVAS” – SALA 340B

1. APRESENTANDO O GÊNERO ARTIGO ACADÊMICO: UMA INCURSÃO POR DIFERENTES CULTURAS DISCIPLINARES
Cibele Gadelha Bernardino (UECE) e Dawton Lima Valentim (UECE)

2. A CONFIGURAÇÃO SOCIORRETÓRICA DA INTRODUÇÃO DE ARTIGOS ACADÊMICOS DE SOCIOLINGUÍSTICA VARIACIONISTA
Ametista de Pinho Nogueira (UECE)

3. A UNIDADE RETÓRICA DE CONCLUSÃO EM ARTIGOS ACADÊMICOS EMPÍRICOS DA CULTURA DISCIPLINAR DA ÁREA DE PSICOLOGIA
Nícollas Oliveira Abreu (UECE)

4. UMA PROPOSTA DE CONFIGURAÇÃO SOCIORRETÓRICA PARA A SEÇÃO DE INTRODUÇÃO DO ARTIGO ACADÊMICO NA CULTURA DISCIPLINAR DA ÁREA DE HISTÓRIA
Tatiane Lima de Freitas (UECE) e Jorge Tércio Soares Pacheco (UECE)

SESSÃO 10 – ST11: “A ANÁLISE DO DISCURSO E O ESTUDO DOS GÊNEROS” – SALA 316

1. FILME: GÊNERO OU TIPO DISCURSIVO? A CONSTRUÇÃO DO ETHOS DO PERSONAGEM CECIL GAINES EM “O MORDOMO DA CASA BRANCA”
Rita de Cássia Macêdo Costa (UFPI)

2. AUTORIA NO CIBERESPAÇO: OS LIMITES ENTRE A DISPERSÃO E A UNICIDADE NO HIPERTEXTO
Fernanda Martins Luz Barros (UFPI)

3. O AMOR E NO SÉCULO XXI: UMA CONSTRUÇÃO DE SENTIDO ATRAVÉS DE IMAGENS RETIRADAS DO FACEBOOK
Paula Celma Assunção de Sousa (UEMA/CESTI) e Raimundo Nonato da Silva Junior (UEMA/CESTI)

4. UMA CONSTRUÇÃO GENÉRICA: ETHOS E ESTRATÉGIAS DISCURSIVAS DO PROF. RON JONES NO DOCUMENTÁRIO “A TERCEIRA ONDA”
Gisela Andreza dos Santos (UFPI)

5. O CONTRATO DE COMUNICAÇÃO MIDIÁTICO EM COLUNAS DE OPINIÃO DA REVISTA CARTA CAPITAL
André de Moura Carvalho (UFPI) e João Benvindo de Moura (UFPI)

7 de junho de 2018 – Das 15h às 17h30

SESSÃO 11 – ST4: “DESAFIOS E POSSIBILIDADES NAS PRÁTICAS ESCOLARES COM O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA” – SALA DE VÍDEO 2

1. O TRABALHO COM O GÊNERO TEXTUAL ARTIGO DE OPINIÃO: DOS DOCUMENTOS OFICIAIS ÀS PRÁTICAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL
Anderson Jose de Paula (IFSP/VTP-UFMS/CPTL/PROFLETRAS)

2. GÊNERO PROPAGANDA: A CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE ESCRITA BASEADO NO DIALOGISMO BAKHTINIANO
Maria Eliana Ferreira Fernandes (UESPI)

3. O GÊNERO HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NO LIVRO DIDÁTICO PARA VIVER JUNTOS – PORTUGUÊS
Pérola de Sousa Santos (UESPI) e Bárbara Olímpia Ramos de Melo (UESPI)

4. O GÊNERO CORDEL NAS AULAS DE LÍNGUA PORTUGUESA: UM FAZER EM PROCESSO
Darlene Silva dos Santos (UNEAL)

5. LETRAMENTO, GÊNEROS TEXTUAIS E ESFERA CULTURAL NO ENSINO MÉDIO
Gilmarley Lima de Sousa (UFPI/CTF/LPT/CNPq) e Rawane Soares Santos (UFPI/CTF/LPT)

SESSÃO 12 – ST5: “GÊNEROS ACADÊMICOS: CARACTERÍSTICAS E FUNCIONAMENTO EM PRÁTICAS SOCIOCOMUNICATIVAS” – SALA 317

1. COMPARATIVO DA SEÇÃO CONSIDERAÇÕES FINAIS DE MONOGRAFIAS DAS ÁREAS DE LINGUÍSTICA E BIOLOGIA
Ana Jackelline Pinheiro Porto (UFPI) e Jaqueline Salviano de Sousa (UFPI)

2. ORGANIZAÇÃO RETÓRICA DA SEÇÃO DE INTRODUÇÃO DE MONOGRAFIAS DOS CURSOS DE LETRAS E BIOLOGIA
Cleidiane Silva Pereira (UFPI – Pibid/Cataphora Beta) e Jancen Sérgio Lima de Oliveira (UFPI – Pibid/Cataphora Beta)

3. A ORGANIZAÇÃO RETÓRICA DA SEÇÃO DE METODOLOGIA EM TCCs NAS ÁREAS DE LINGUÍSTICA E BIOLOGIA
Amanda Gabriella Lima Leal (UFPI) e Ana Karolina de Melo Pessoa Oliveira (UFPI)

4. A RELAÇÃO ENTRE O PROJETO DE PESQUISA NA DISCIPLINA DE TCC I E A VIDA ACADÊMICA DOS GRADUANDOS EM LETRAS PORTUGUÊS DA UFPI
Emanoel Barbosa de Sousa (UFPI/UFC)

5. PRÁTICAS DISCURSIVAS NA UNIVERSIDADE: O DESAFIO DA LEITURA/ESCRITA ACADÊMICA PARA GRADUANDOS INICIANTES
Renata Freitas de Oliveira (IFPI)

SESSÃO 13 – ST8: “GÊNEROS TEXTUAIS, REFERENCIAÇÃO E INTERTEXTUALIDADE” – SALA DE VÍDEO 1

1. ANÁLISE DOS ASPECTOS REFERENCIAIS E CONVERSACIONAIS NO GÊNERO ENTREVISTA ORAL
Amanda Maria Dos Santos Machado (UNEAL) e Jonnas Nichollas de Lima Costa (UNEAL)

2. A TRADIÇÃO DISCURSIVA CARTA PESSOAL NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA: PROPOSTAS DIDÁTICAS PARA O ENSINO MÉDIO
Cícero Barboza Nunes (UFRPE/UAST/AESET)

3. RECATEGORIZAÇAO: UM ESTUDO DE SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS
Héberton Mendes Cassiano (UESPI)

4. A CONSTRUÇÃO DOS SENTIDOS EM TEXTOS MULTIMODAIS VIA PROCESSOS DE RECATEGORIZAÇÃO: UM OLHAR SOCIOCOGNITIVO
Marcos Helam Alves da Silva (UESPI)

5. ANÁLISE DE ASPECTOS FUNCIONAIS DO GÊNERO MEME
Leila Patrícia de Sousa Rosa (UESPI)

SESSÃO 14 – ST10: “PRÁTICAS DE ENSINO DE LEITURA E ESCRITA: NARRATIVAS DA EXPERIÊNCIA DOCENTE EM SALA DE AULA” – SALA 340B

1. RELATOS DE EXPERIÊNCIAS: ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
Natali Nartene Melo (UFMA) e Sandra Regina Gomes Bonfim (UFMA)

2. EXPERIÊNCIA DOCENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A INFLUÊNCIA LITERÁRIA COMO INSTRUMENTO DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE ÉTNICA
Tercilia Mária da Cruz Silva (UFMA) e Laiane Morais de Almeida (UFMA)

3. A IMPORTÂNCIA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL PARA OS FUTUROS PEDAGOGOS
Maria Suzana Almeida da Silva (UFMA) e Irislene Paiva Araújo (UFMA)

4. ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM OLHAR SOBRE A PRÁTICA DOCENTE NO MUNICÍPIO DE CODÓ-MA
Maria Mary Salazar Nogueira Brandão (UFMA) e Franciele Vieira da Cunha (UFMA)

5. OS DESAFIOS DE ALFABETIZAR LETRANDO: DESBRAVANDO CONHECIMENTOS
Sílvia Maria Alves Pinto Sousa (SEMED)

SESSÃO 15 – ST11: “A ANÁLISE DO DISCURSO E O ESTUDO DOS GÊNEROS” – SALA 316

1. A LÍNGUA PORTUGUESA NA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR- BNCC: UMA ANÁLISE SOB A HISTÓRIA DAS IDEAIS LINGUÍSTICAS
Marcos Paulo de Sousa Araújo (UFPI)

2. SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ENSINO DE GÊNEROS TEXTUAIS
Márcia Antônia Dias Catunda (UECE)

3. EXPECTATIVAS ACERCA DA ORGANIZAÇÃO RETÓRICA DE PROJETOS DE PESQUISA PRESENTES EM EDITAIS DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA
Maria Edite Moura Gomes (UFPI)

4. ABORDAGEM DE GÊNEROS DISCURSIVOS EM TURMAS DO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO DE CAXIAS-MA
Kerleiane de Sousa Oliveira (UFPI)

5. A (IR) REPETIBILIDADE DO DISCURSO SOBRE O GÊNERO TEXTUAL DISSERTAÇÃO ESCOLAR NO ENEM: PERSPECTIVAS DE ANÁLISE
Vanessa Raquel Soares Borges (SEDUC-PI)

SESSÃO 16 – ST11: “A ANÁLISE DO DISCURSO E O ESTUDO DOS GÊNEROS” – SALA 323L

1. UMA ANÁLISE DISCURSIVA DO “SILENCIAMENTO” DA ESCRITORA MARIA FIRMINA DOS REIS NA LITERATURA BRASILEIRA
Nathalie de Jesus Maria Ribeiro (UEMA)

2. UM ERRO JUDICIÁRIO: UM ESTUDO DO ETHOS DISCURSIVO NA OBRA OS IRMÃOS KARAMÁZOV, DE FIÓDOR DOSTOIÉVSKI
Patrícia Rodrigues Tomaz (UFPI)

3. O GÊNERO CARTA PESSOAL E O DISCURSO LITERÁRIO BYRONIANO
Célia de Freitas Araújo Neta (UFPI) e Marília Mesquita Queiroz (UFPI)

4. A ORGANIZAÇÃO DO DISCURSO NARRATIVO NO GÊNERO TIRINHA: OS IMAGINÁRIOS SOCIODISCURSIVOS ACERCA DA MAFALDA
Adriana Rodrigues de Sousa (UFPI)

5. O GÊNERO CONTO: CENAS ENUNCIATIVAS E IMAGINÁRIOS SOCIODISCURSIVOS
Iara Silva de Souza (UFPI)

8 de junho de 2018 – Das 9h30 às 12h

SESSÃO 17 – ST1: “A ESCOLA EM TEMPOS DIGITAIS: (MULTI)LETRAMENTOS, TECNOLOGIAS, GÊNEROS TEXTUAIS E ENSINO DE LÍNGUAS” – SALA DE VÍDEO 2

1. LETRAMENTO: TEORIAS E ESTRATEGIAS QUE CONTRIBUEM COM PRÁTICAS DOCENTES
Adane Hywston Ferreira de Sousa (UFPI)

2. MULTILETRAMENTOS: O USO DE TEXTOS DIGITAIS MULTIMODAIS COMO MOTIVADORES DA PRODUÇÃO ESCRITA NAS AULAS DE REDAÇÃO
Ana Maria Alves de Brito (SEDUC)

3. A EXPRESSÃO CULTURAL INTERMEDIADA PELA PRODUÇÃO DE CURTAS-METRAGENS COMO SUPORTE LINGUÍSTICO NO ENSINO DE LÍNGUA ESPANHOLA
Márcio Leonardo Lima Pereira (IFPI)

4. O PROJETO TV RADIOTEC DO LABORATÓRIO DE LEITURA E PRODUÇÃO TEXTUAL DE FLORIANO/ UFPI: REDES SOCIAIS E LETRAMENTO NO ENSINO MÉDIO
José Ribamar Lopes Batista Júnior (UFPI/CTF/LPT/CNPq) e Pedro Carlos Leal Miranda (UFPI/CTF/LPT/CNPq)

SESSÃO 18 – ST10: “PRÁTICAS DE ENSINO DE LEITURA E ESCRITA: NARRATIVAS DA EXPERIÊNCIA DOCENTE EM SALA DE AULA” – SALA DE VÍDEO 1

1. UMA EXPERIÊNCIA COM LEITURA E PRODUÇÃO DE CRÔNICAS NA EJA
Larissa Nascimento de Oliveira (UESPI) e Alinne Souza Andrade (UESPI)

2. NÍVEL DE ESCRITA NA PRODUÇÃO DE GÊNEROS TEXTUAIS: A PARTIR DE UMA EXPERÊNCA DO PIBEU
Janaira Caroline da Silva Rodrigues (UESPI)

3. O PIBID E A FORMAÇÃO DOCENTE: UMA ANÁLISE DAS ATIVIDADES REALIZADAS NO CENTRO ESTADUAL DE TEMPO INTEGRAL (CETI) MARCOS PARENTE, EM PICOS – PI
Arissandra Andréia dos Santos (UFPI) e Elaine Maria Luz Barbosa (UFPI)

4. METODOLOGIA DE ENSINO DA LEITURA DE GÊNEROS TEXTUAIS: A PARTIR DE UMA PROPOSTA DO PIBEU
Maria Caroline da Luz Sousa (UESPI)

5. A ABORDAGEM BAKHTINIANA DE GÊNEROS DO DISCURSO NO ENSINO DE LÍNGUA MATERNA: UMA ANÁLISE DE PRODUÇÕES CIENTÍFICAS BRASILEIRAS
Jakelyne Santos Apolônio (UERN) e Mayrla Correia Bento (UERN)

SESSÃO 19 – ST6: “GÊNEROS DISCURSIVOS E RELAÇÕES AXIOLÓGICO-DIALÓGICAS” – SALA 323L

1. ANÁLISE SOCIORRETÓRICA DO GÊNERO FOLDER TURÍSTICO
Maria Inez Matoso Silveira (UFAL)

2. GÊNERO DISCURSIVO FICCIONAL TELENOVELA E AS INTERFACES COM OS CONTEXTOS REAIS
Francisco Renato Lima (UFPI) e Safira Ravenne da Cunha Rêgo (UEMA)

3. DIÁLOGO DIÁRIO DE SEGURANÇA – DDS: QUE GÊNERO É ESSE?
Andréia Dellano Mendes Nunes (UFMA) e Marize Barros Rocha Aranha (UFMA)

4. GÊNERO CHARGE: HUMOR E A CONSTRUÇÃO DE SUBJETIVIDADE NO FACEBOOK
José Luan Sousa Oliveira (UEMA)

5. O UNIVERSO DIGITAL E SEUS DISCURSOS SOBRE A ESCRITA CIENTIFICA
Nara Karolina de Oliveira Silva (UERN) e Fernando Monteiro Oliveira (UERN)

6. SETEMBRO AMARELO E OUTUBRO ROSA: UMA BREVE DISCUSSÃO SOBRE QUESTÕES IDEOLÓGICAS E FATORES CONTEXTUAIS QUE INTEGRAM O GÊNERO PROPAGANDA SOCIAL
Lucinete Maria da Silva (IFPI)

SESSÃO 20 – ST7: “GÊNEROS TEXTUAIS MULTIMODAIS E TECNOLOGIAS: ENSINANDO E APRENDENDO NO SÉCULO XXI” – SALA DE DEFESA DE TESE

1. O LETRAMENTO ATRAVÉS DO GÊNERO CARTÃO-POSTAL: UMA PROPOSTA SOCIOEDUCATIVA PARA AS AULAS DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA
Carmem Lúcia Alves e Silva (UESPI)

2. ANÁLISE DE COMPOSIÇÕES MULTIMODAIS INSTITUCIONAIS NO LIVRO DE CONVERSAÇÃO I DO CURSO DE LETRAS ESPANHOL/EAD/UESPI
Leiliane de Vasconcelos Silva (UESPI)

3. MULTIMODALIDADE E TECNOLOGIA: A MATRIZ VERBAL DA LINGUAGEM EM BLOGS PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA
Naziozênio Antonio Lacerda (UFPI) e Geovan Pedro Silva de Macedo (UFPI)

4. MULTIMODALIDADE E ENSINO EM GÊNEROS ESCOLARES NA SALA DE AULA
Maria Gabriela de Sousa Oliveira (UFPI) e Juscelino Francisco do Nascimento (UFPI)

SESSÃO 21 – ST10: “PRÁTICAS DE ENSINO DE LEITURA E ESCRITA: NARRATIVAS DA EXPERIÊNCIA DOCENTE EM SALA DE AULA” – SALA 318

1. LETRAMENTO LITERÁRIO: UMA INVESTIGAÇÃO ACERCA DAS PRÁTICAS DE LEITURA E ESCRITA DE POESIAS NO ENSINO FUNDAMENTAL EM UMA ESCOLA PÚBLICA DE ARAGUAÍNA-TO
Leomar Alves de Sousa (UFT)

2. “E O COENTRO LEVOU”: RELAÇÕES INTERTEXTUAIS EM ANÚNCIOS DA EMPRESA HORTIFRUTI APLICADAS AO ENSINO
Francisca Verônica Araújo Oliveira (IDB) e Beatrice Nascimento Monteiro (IDB)

3. PRÁTICAS DE LEITURA E ESCRITA NAS AULAS DE GEOGRAFIA
Fábia Edwirgens Gonçalves Benvindo (UFPI)

4. LETRAMENTO DIGITAL: LEITURA E PRODUÇÃO NO AMBIENTE VIRTUAL
Thaísa Renata Bacelar dos Santos (IFPI)

8 de junho de 2018 – Das 15h às 17h30

SESSÃO 22 – ST5: “GÊNEROS ACADÊMICOS: CARACTERÍSTICAS E FUNCIONAMENTO EM PRÁTICAS SOCIOCOMUNICATIVAS” – SALA DE VÍDEO 2

1. A ORGANIZAÇÃO RETÓRICA DA SEÇÃO DE CONCLUSÃO DO GÊNERO ARTIGO ACADÊMICO DA ÁREA DE LINGUÍSTICA
Carmem Lúcia da Cunha Rocha (UFPI) e Thalita Christina Cavalcante Arré (UFPI)

2. ANÁLISE DAS CITAÇÕES NAS SEÇÕES DE FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA DE ARTIGOS DE PESQUISA DA ÁREA DE LINGUÍSTICA
Carolina Aurea Cunha Rio Lima (UFPI)

3. PRÉ-PROJETOS DE MESTRADO DE LINGUÍSTICA E LITERATURA: UMA VISÃO DOS AUTORES
Bruno Diego de Resende Castro (UFC)

4. A ORGANIZAÇÃO RETÓRICA NA SEÇÃO DE METODOLOGIA DE ARTIGOS ACADÊMICOS EM SUBÁREAS DA LINGUÍSTICA
Ana Caroline Moura Teixeira (UFPI) e Thiago de Sousa Amorim (UFPI)

5. OS RECURSOS LÉXICO-GRAMATICAIS DA SEÇÃO DE JUSTIFICATIVA EM PRÉ-PROJETOS DE PESQUISA EM CULTURAS DISCIPLINARES DISTINTAS
Leonardo da Cunha Sousa (UFPI)

SESSÃO 23 – ST8: “GÊNEROS TEXTUAIS, REFERENCIAÇÃO E INTERTEXTUALIDADE” – SALA DE DEFESA DE TESE

1. OS PROCESSOS REFERENCIAIS E A CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS EM CONTOS
Noemi Kelly de Oliveira Cruz (UESPI)

2. A CONSTRUÇÃO DOS REFERENTES DA “BATALHA DO CENTRO CÍVICO” NO JORNAL ONLINE GAZETA DO POVO
Ismael Paulo Cardoso Alves (UFPI)

3. AS CONSTRUÇÕES ARGUMENTATIVAS EM EDITORIAS DO JORNAL O GLOBO SOBRE A OPERAÇÃO CARNE FRACA
Francisco Herbert da Silva (UESPI)

4. A CONSTRUÇÃO DE REFERENTES EM COMENTÁRIOS DO JORNAL FAROL DE NOTÍCIAS: COMEMORAÇÃO DO DIA DA VISIBILIDADE LÉSBICA
Bruno Huann da Silva Nogueira (UFRPE/UAST) e Thaís Ludmila da Silva Ranieri (UFRPE/UAST)

5. O DÉTOURNEMENT NA CONSTRUÇÃO DE DITADOS POLÍTICOS: UM EXERCÍCIO DE ANÁLISE
Quesia dos Santos Alves (UESPI)

SESSÃO 24 – ST9: “INTERFACES ENTRE ESTUDOS LINGUÍSTICOS DE LIBRAS E TEXTO, GÊNERO E DISCURSO” – SALA 323L

1. ESTRATÉGIAS DE RETEXTUALIZAÇÃO UTILIZADAS POR SURDOS NA LEITURA DE TEXTOS EM PORTUGUÊS
Maria do Rosário Alves da Silva (UFPI)

2. APRENDIZAGEM DE LIBRAS DENTRO E FORA DO PERÍODO CRÍTICO: O CASO DE DOIS SUJEITOS SURDOS
Laena Nayara de Sousa Silva Oliveira (UFPI) e Lucelina Vieira Costa (UFPI)

3. ESTRATÉGIAS DESENVOLVIDAS POR PROFESSORES SURDO E OUVINTE NO ENSINO DE LIBRAS PARA CRIANÇAS SURDAS NO CAS-PI E APAE-PI
Francisca Lidiane de Sousa Lima (UFPI) e Sanatiana Gomes Alencar (UFPI)

4. A AQUISIÇÃO DE LIBRAS COMO SEGUNDA LÍNGUA POR ESTUDANTES OUVINTES DE LETRAS-LIBRAS A PARTIR DO CONTATO COM ALUNOS SURDOS
Dalva Brandão Viana (UFPI) e Heron Ferreira da Silva (UFPI)

5. A CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS DE TEXTOS EM LIBRAS A PARTIR DA RETEXTUALIZAÇÃO ORAL FEITA POR TILS
Conceição de Maria Ferreira de Macedo (UFPI)

6. PANORAMA HISTÓRICO DA ESCRITA DE SINAIS SIGNWRITING NO BRASIL E SUA IMPORTÂNCIA PARA AS INSTITUIÇÕES DE ENSINO
Brunoro Rocha Gomes Macedo (UFPI) e Maria da Luz Oliveira Dias (UFPI)

SESSÃO 25 – ST10: “PRÁTICAS DE ENSINO DE LEITURA E ESCRITA: NARRATIVAS DA EXPERIÊNCIA DOCENTE EM SALA DE AULA” – SALA DE VÍDEO 1

1. REFLEXÕES SOBRE PRÁTICAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL ESCOLAR: OS GÊNEROS CARTA ABERTA E DIÁRIO PESSOAL NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO
Rômulo Silvestre Quaresma Mendes (UFPI)

2. TIPOLOGIAS TEXTUAIS EM REALIDADE DE ENSINO
Isana Melo da Silva (UEMA) e Daniel dos Santos Teixeira (UEMA)

3. ENTRE PALAVRAS E IMAGENS: A PRODUÇÃO MONOGRÁFICA MULTISSEMIÓTICA NO ENSINO MÉDIO
Juliana Pádua Silva Medeiros (USP)

4. ESTRATÉGIAS ARGUMENTATIVAS EM DISSERTAÇÕES ESCOLARES: ENTRE A FORMA E O SENTIDO
Digenário Pessoa de Sousa (IDB)

Anúncios